Navegam ao meu lado...

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós.
Deixam um pouco de si. Levam um pouco de nós.
Antoine de Saint Exupéry

Translate to Arabic Translate to Bulgarian Translate to Simplified Chinese Translate to Traditional Chinese Translate to Croatian Translate to Czech Translate to Danish TTranslate to Dutch Translate to English Translate to Finnish Translate to French Translate to German Translate to Greek Translate to Hindi Translate to Italian Translate to Japanese Translate to Korean Translate to Norwegian Translate to Polish Translate to Portuguese Translate to Romanian Translate to Russian Translate to Spanish Translate to Swedish
Download this Cross-Cultural Communication Tool from Get International Clients

Cristo é a operação combinada — o encontro do finito com o infinito, tempo e eternidade se encontrando e se fundindo. Osho

TENHA UM TEMPO FELIZ!

"Diante da vastidão do tempo e da imensidão do universo, é um imenso prazer para mim dividir um planeta e uma época com você." (Carl Sagan)

EU ME SINTO GRATA E HONRADA...

EU ME SINTO GRATA E HONRADA...
...POR TODOS OS QUE AMOROSAMENTE SEGUEM ESTE BLOG!
"O ser integral conhece sem ir,
vê sem olhar e realiza sem fazer."

Lao Tzu

♥ BOM DIA ALEGRIA... BOM DIA SOL....a única sensação que tenho é que estou com os pés na areia...o resto de mim anda por aí em uma velocidade estonteante... e isso me dá ALEGRIA!!!

"Fala-se tanto da necessidade de deixar um planeta melhor para os nossos filhos, e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores para o nosso planeta." autor desconhecido

POIS É...

POIS É...

"...Só aqueles que compreenderam que devem procurar o infinito, o ilimitado, o que está além do tempo e do espaço, se sentem vivos, porque a vida verdadeira é a imensidão, a eternidade. Nunca vos refugieis naquilo que é acessível, limitado: abarcai o infinito e a vossa alegria também será infinita. Será a felicidade, a luz, a força, o dilatar de todo o vosso ser." Omraam Mikhaël Aïvanhov

Pesquisar este blog

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Em missão com os Animais de Poder – 2

Existem certas histórias que não podem permanecer nos bastidores!
Este depoimento foi dado no post abaixo pelo António Rosa, do
blog Cova do Urso.
Ofereço este post para todos aqueles que estão no caminho do Amor, da Beleza, da Paz.


Querida Astrid,
Desde ontem à noite que já reli várias vezes este post, assim com vi o vídeo e fui a todos os links.
Tal como prometi, hoje venho deixar um comentário mais extenso, por isso não se surpreenda se for necessário ocupar 2 ou mais caixas de comentários, porque o texto vai ser grande.
Eu sempre senti um apelo especial pelos ursos e quando encontrei a imagem que uso como avatar, tenho-o usado em todo o lado, menos no Facebook.
É uma grande identificação.
Já usei várias alternativas na blogosfera: já assinei só pelo ‘O Urso’, mas desde há tempo que é com o nome que mais gosto: António Rosa.
«Urso», «Ursinho», «Tio Urso» são formas comuns de me chamarem.
Por exemplo, os meus sobrinhos usam «Tio» ou «Tio Urso».
Não é que os filhos deles, meus sobrinhos-netos também quando se referem a mim é com o mesmo nome: o tio Urso?
Duas amigas minhas, que conheço há mais de 25 anos, também me chamam por Urso.
Isto para dizer que ao longo dos anos foi-se dando essa identificação, que para mim é normal.
Agora vou contar-lhe duas histórias que nunca contei em lado nenhum, mas antes necessito dar uma explicação.
Como a Astrid sabe, eu identifico-me como moçambicano, e como africano, apesar de só ter ido para África quando tinha 2 meses de idade.
As questões culturais, psicológicas e espirituais foram todas maioritariamente adquiridas em África. Depois, na Europa, o que fiz foi dar refinamento ao que sabia de forma mais intuitiva.
Apesar de estar em Portugal há 31 anos, não me sinto cómodo em ter consultas terapêuticas com facilidade. No entanto, identifico-me com os terapeutas de origem africana.
Por exemplo, há uma senhora que é da nossa geração, que nasceu em Moçambique mas que cedo foi viver para a Swazilândia, um país vizinho de Moçambique, onde tem um próspero negócio para atender às questões de beleza das mais de 100 esposas do rei.
Ela vem a Portugal todos os anos onde passa 2 meses de férias em casa de pessoas amigas comuns, também de lá.
Esta senhora é uma xamã africana e nos atendimentos dela só fala em swaili e depois ela própria traduz para português.É uma pessoa que me inspira a maior das confianças e sempre que ela está aqui, vou falar com ela. Por vezes, essa conversa implica fazer limpezas energéticas. É ela própria e as pessoas dessa casa de moçambicanos que fazem os próprios incensos com misturas de plantas africanas e europeias.
Faço sempre defumações prolongada com esses incensos mas da forma tradicional: um pratinho, um bocado de carvão e a bolinha de ervas (incenso) em cima e queimar o carvão. Faz fumo e espalho por todo o lado, mas o cheiro do fumo desaparece.
Foi a esta mulher que pela primeira vez que falei com ela, me disse uma frase.
Nesse dia, há anos, ela tinha uma sobrinha a aprender estas questões xamânicas, que ela na sua simplicidade chama de «remédio cafreal». Dessa vez, a sobrinha ia traduzindo tudo o que ela me dizia em swaili.
Nisto, ela diz e a sobrinha traduz esta frase:
«O teu urso está aqui presente com os teus antepassados para te ajudarem na operação que vais fazer. … etc… etc…»
A sobrinha dela, surpreendida e eu também, disse-lhe em português:
- Tia, «urso»?
E ela confirmou, sim o urso dele, mas é o urso castanho e eles conhecem-se de outras vidas.
Imagine, Astrid, como é que eu há 13 anos atrás fiquei quando ouvi dizer que o «meu amigo urso» estava presente naquela conversa espiritual…)))
Há alguns anos fui a um Pai de Santo (português, de origem africana) que se dizia fazer xamanismo e procurei uma consulta de búzios com ele, aqui em Portugal. Só não digo o nome dele, para não ser indiscreto.
O início da consulta, ele fez todos os preparativos para lançar os búzios, umas rezas que não entendi e atira com os búzios para cima da mesa. Ele olhou para os búzios e pediu muita desculpa mas que tinha que lançar outra vez, pois ele próprio estava confuso.
E lançou segunda vez.
E eu a olhar para os búzios e para ele, que estava pálido e fez uma coisa muito estranha (aos meus olhos). Pegou num pano daqueles indianos e tapou os búzios. Depois, com a voz muito estranha disse-me assim, tal e qual:
«António, o seu urso não me autoriza ler os búzios. Ele é muito forte e os meus guias curvaram-se à chegada dele.»
Depois só repetia muitas vezes:
«Desculpe, desculpe, mas não posso fazer nada. Tem que sair daqui, eu vou consigo até à porta, mas não nos podemos despedir, você vira as costas e simplesmente vai-se embora».
Astrid imagine como eu fiquei perturbado e surpreendido com esta situação insólita.
Hoje somos amigos, mas ele continua a recusar-se a ler os búzios para mim.
Outra situação insólita para mim deu-se há uns 6 anos.
Uma senhora brasileira esteve em Portugal e deu várias palestras sobre vários temas. Eu, já nem me lembro porquê, decidi ir a uma dessas palestras. A sala estava cheia e ela começou a falar em sincronicidade e coisas similares, mas ela ia lançada na palestra e começou a falar em xamanismo e animais de poder e aí, Astrid, a voz dela começou a arrastar-se, a perder a velocidade que tinha, mas sem perder energia.
Com a sala cheia, lembro-me como se fosse hoje, dela dizer mais ou menos isto:
«Senhor, você aí…»
E eu a querer passar despercebido e a pensar ‘Porque carga de água se está a dirigir a mim?. Não me conhece.' E ela a insistir e a dizer mais ou menos assim: vamos todos ficar quietos, em silêncio, o urso deste senhor quer falar. Olhando para mim perguntou: como se chama?
Tive que responder: António.
A partir daí, começou a chamar-me António e naquela voz muito lenta, disse para eu ficar concentrado que o meu urso queria falar comigo.
E falou mesmo e o que me disse foi dentro da minha mente, com as pessoas presentes caladas e a senhora brasileira calou-se durante uns minutos, depois começou a fazer uns sons assim: nhunhunhu.
Eu, calado, de olhos fechados a receber o recado do urso, que me deu um grande abraço.
Dias depois criei o meu antigo blogue ‘Postais da Novalis’ que você conheceu perfeitamente.
O recado que entrou na minha cabeça, vinda do urso era simples: já chega de estudar astrologia, agora é preciso praticar. E comecei a praticar (a dar consultas) em termos públicos, pela primeira vez, quando eu tinha 54 anos.
Já a cansei demasiado com estas histórias.
A última história é muito recente e aconteceu no Congresso de Astrologia, em Maio.
Eu estava no bar do congresso a tomar um café quando uma mulher pede licença e senta-se na minha mesa. Sentou-se, disse-me o nome, que reconheci imediatamente, como sendo a dona de um site xamânico e disse só isto:
«o seu urso está a enviar-lhe abraços».
Levantou-se e foi-se embora. Nem tive tempo de aprofundar o assunto.
Nem voltei a vê-la no congresso.
Mensagem final:
“O Contador de História preserva a memória, ele conta os feitos da sua tribo, do seu povo, os segredos desvelados da natureza na qual estamos inseridos.
No momento em que vamos contando nossa trajetória, vamos expandindo, curando cada foco em nosso ser.
Nossas histórias de sucesso, de conquistas, de aprendizado e sabedoria também curam os outros.
Ao compartilhar, também estamos curando quem está ao nosso lado, e quem está ao nosso lado buscará também a cura e um dia contará a sua história, que ajudará outras pessoas.
É um ciclo, é uma corrente de cura.
Se nesse momento você não está conseguindo curar-se na totalidade, não se apresse porque a cura pode ser gradual, concentrada em determinados focos.
Escute as histórias que as pessoas te contam, conte a sua história.
Não se feche, expanda-se com a consciência de que sua história pode estar ajudando alguém.
O Contador de Histórias nos mostra a possibilidade de crescimento em todos os níveis.
Se nesse momento você não consegue expandir-se em todos os níveis, então busque aquele foco de onde surge sua criatividade, ou aquele foco por onde você pode iniciar um movimento de cura.
Esse movimento de cura te levará a ampliar esse foco, cada vez mais, curando outros pontos e curando também as pessoas a sua volta.
É hora de encontrar a sua magia pessoal, aonde ela se manifesta, onde está o seu poder, a sua missão.”
Tatiana Menkaiká
www.terramistica.com
AGRADEÇO DE CORAÇÃO, ANTÓNIO ROSA
ASTRID ANNABELLE / MA JIVAN PRABHUTA



* Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citada a autoria.CAMPANHA DE DIREITOS AUTORAIS - APOIE E DIVULGUE ESSA IDÉIA
Bookmark e Compartilhe

21 comentários:

António Rosa disse...

Querida Astrid

Como me informou com antecedência que ia fazer este post ainda hoje, fiz aquilo que não é habitual em mim, a estas horas (em Portugal): que é desligar o computador. Costumo desligar cedo, por volta das 20h, para poder descansar, pois estou todo o dia a trabalhar no PC.

Hoje, valeu a pena esperar!

O post deixou-me tranquilo e, sobretudo, adorei a Mensagem Final. Valeu a pena para poder receber essa mensagem, que a Astrid, tão sabiamente, introduziu no post.

Muito obrigado.

O meu blogue chama-se «Cova do Urso» e posso garantir que é um nome 'surgido'. Não foi pensado ou calculado. Não há acasos.

Também não é por acaso que nos últimos 11 anos tenho a companhia do Tibério, de um cão pastor alemão - obviamente da família dos lobos. Além de dois gatos.

Quando vejo na televisão programas de animais, gosto de acompanhar, mas se metem ursos e lobos, aí fico mesmo parado a acompanhar. Acontece o mesmo com programas de baleias a ver como se comportam e as atrocidades que muitos humanos a todos estes animais.

Desde que o Marcelo publicou o post com as mandalas dos animais de poder, que fiquei em estado de alerta. Dias depois ele ofereceu-me a 'Mandala do Urso'. O meu estado alerta passou a um estado de enorme felicidade e Alegria (com 'A' grande). Logo a seguir foi o seu post «Em missão com os Animais de Poder - 1» e aí percebi que tinha que parar, pois de súbito, as memórias vieram. memórias que estavam enterradas.

Foi muito bom ler o seu post, porque ontem à noite, quando dormia e em sonho, lembro-me de ter voltado a sentir o Urso na minha vida. Mas não me recordo da conversa. Foi tão forte que sei que chorei, sem razão aparente. Mas hoje estou sossegado e em paz.

Astrid, minha xamã, o meu muito obrigado.

Obrigado ao Marcelo. Obrigado a todos.

Beijos,

António

António Rosa disse...

Astrid

Este bocadinho também fazia parte do meu comentário anterior, mas o blogue não aceitou devido a ser um comentário muito grande. Por isso retirei este bocado:

- Quando vejo na televisão programas de animais, gosto de acompanhar, mas se metem ursos e lobos, aí fico mesmo parado a acompanhar. Acontece o mesmo com programas de baleias a ver como se comportam e as atrocidades que muitos humanos a todos estes animais.

Há sempre forma de darmos a volta a estas coisas técnicas.

Beijos e boa noite.

António

Maria Paula Ribeiro disse...

Astrid,

Merecida homenagem...;)))
Parabéns

António, tenho visto e acompanhado que o teu Quiron "aperta"contigo...
;))) belíssimo.

Beijos e abraços bem grandes

Astrid Annabelle disse...

António querido!
Toda homenagem que pudermos prestar à você ainda é pouca pelo muito que nos oferece sempre!
Você se lembra ainda aonde encontrou esta imagem do ursinho envergonhado e tímido?
Vou aguardar sua resposta e depois te conto a minha versão...rss
Sei do seu amor pelos animais principalmente pelo Tibério.
Eu também sou fã dos filmes sobre animais...só não gosto do lado feio que trata das matanças ...ai eu desligo a TV.
Fiquei emocionada com o relato final desse seu comentário e devo te confessar que também ando alegre com todas as mensagens que venho recebendo, principalmente dos Golfinhos...a impresão que tenho é que o mundo invisível anda batendo palmas para nós por estarmos conectados! Não sei lhe explicar isso...apenas sinto!
Eu também agradeço a todos os envolvidos de coração.
Um beijo EXLGG...e sonhe com os anjos!
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Maria Paula querida!
Com certeza absoluta...muito merecida!
Não entendi a conversa quirótica...sniff...sniff..rss
beijo gostoso e muito agradecido.
Astrid Annabelle

Adelaide Figueiredo disse...

Astrid,

Gostei muito deste post. Acho que tudo na vida tem um sentido, um porquê mesmo sem o conseguirmos desvendar na altura que queremos ou necessitamos. O momento chegará para nós compreeendermos o porquê das coincidências, dos acasos.
Beijo

Isa Grou disse...

Astrid querida!

Que post maravilhoso... Sábio... Mágico... e Lindo Astrid!!!
E que história mais linda.... você é um SER realmente muito especial António!!!
Parabéns, Parabéns aos dois, viu!

Beijos e Beijos.

Astrid Annabelle disse...

Pois é Adelaide!
Os fatos marcantes para a nossa alma são atemporais. Preste atenção como isso é verdade.Às vezes você ouve uma frase e sente que é importante. Um belo dia, anos depois você percebe a continuidade daquele assunto como se não houvesse passado tempo algum. Conseguiu compreender?
Assim acontece com todos, basta estar atento.
Um beijo agradecido por seu comentário e sua presença.
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Olá Isa querida!
Um beijo gostoso e muito muito agradecido por todo o seu carinho de sempre.
Astrid Annabelle

Christiane disse...

Astrid, Antônio E pessoal

Eu conheci o xamanismo este ano.

Como sabem passei por uma fase complicada e foi um xamã que me resgatou da morte.

Com este mesmo xamã passei por três experiências espirituais maravilhosas, a primeira com o som do tambor e as outras duas em rodas de cura.

Não sei ainda qual é o meu animal do poder, porém adorei aqui todo o artigo e a homenagem ao Grande Urso da astrologia.

Quando eu descobrir volto aqui e conto. hehehehehehe

UM GRANDE ABRAÇO!

Astrid Annabelle disse...

Olá Christiane!
Que bom que voltou. Nada como dar a volta por cima!
Quer dizer que ainda não tem um animal de poder?...Pode ser que já tenha se manifestado e você nem prestou atenção!
Um beijo gostoso querida.
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Astrid

Bom dia, cedinho.

Não me consigo lembrar onde encontrei este urso que me serve de avatar. Só sei que foi amor à primeira vista.

Tem alguma ideia?

Muito obrigado a todos.

Hoje acordei para estar muito sossegado.

Beijos no seu coração,

António

Astrid Annabelle disse...

Bom dia António!
Acabei de acordar...já li seu email e vou ver se consigo arranjar o texto. Tenho um pouco de receio de editar pois o Blogger anda arisco...veja como ficou o post anterior, que nem com reza braba consegui arrumar!!!rsss
Sobre o seu Ursinho
Pouco depois que nos conhecemos eu criei um novo blog..."Com a palavra meu lado infinito"..lembra?
Na lateral direita coloquei meus animais de Poder...beija-flor, golfinho e este lindo ursinho que hoje ficou tão famoso. Você me pediu então se poderia usá-lo como seu avatar,por ter um significado importante na sua vida.Claro que concordei mesmo porque a imagem não me pertence...peguei no Google Imagens como sempre.
Sabia que não se lembrava...isso aconteceu lá no começo da nossa caminhada.
A mulher tem o dom de não se esquecer de certos detalhes!!!!!rsss
Um beijo gostoso para um ótimo dia!
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Astrid

Suspeitava que fosse algo parecido com o que me contou. Agora lembro-me desse blogue e esse assunto ficou refrescado na minha cabeça.

Muito obrigado.

Quem diria que vários anos depois eu continuasse fiel à imagem desse urso em especial?

Com tantas imagens de ursos que há na internet, você logo iria escolher este em especial e e iria apaixonar-me pelo animal.

É impressionante como as nossas lendas pessoais (expressão de sua autoria) se estão a desvelar.

E vai continuar. E o urso, também.

mais uma vez, muito obrigado.

Beijo

António

Astrid Annabelle disse...

Olá António!
Quem somos nós para compreender os caminhos entrelaçados que partilhamos!
E olha que faz tempo, não é?
Eu é que agradeço por tudo.
Um beijo grande.
Astrid Annabelle

Tereza disse...

Astrid, está muito lindo e interessante essa troca anímica e xamanica, digamos entr vc e o Antonio.
Minha alma agradece a sensibilidade de vocês, ds animais, dos anjos e de nossos guias ancestrais,
bj
Tereza Kawall

Astrid Annabelle disse...

Olá Tereza, boa tarde!
Primeiramente agradeço sua visita. Seja bem vinda ao Navegante...
Em segundo lugar agradeço suas palavras carinhosas.
Receba um beijo grande e volte sempre.
Será uma alegria recebê-la sempre.
Astrid Annabelle

marcelo dalla disse...

Astrid, faço minhas as suas palavras. Toda homenagem é pouca ao Antonio, pelo muito que ele nos ensina, pelo belíssimo trabalho que az com seu blog.

Aos poucos vamos nos conhecendo cada vez mais e fortalecendo nossa amizade. Fortalencendo também esta corrente de cura, como nesse lindo texto.

Bjos querida!

maria chainho disse...

ola boa tarde astrid!!! adorei este post apesar de ter sido escrito pelo antonio.parabens aos dois gostei muito!!! beijinhos

Astrid Annabelle disse...

Marcelo querido!
É isso mesmo. A António merece todas as honrarias possíveis. Faz muito por todos nós!
É uma corrente de cura com certeza!
Beijo grande meu amigo.
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Olá querida Maria!
O António e eu temos por hábito vez por outra trocarmos de blog!rsss...eu assino por lá e ele por cá...rsss
Um beijo gostoso minha amiga!
Astrid Ananbelle

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

FLORES SÃO SEMPRE UMA ALEGRIA...

FLORES SÃO SEMPRE UMA ALEGRIA...
imagem google imagens