Navegam ao meu lado...

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós.
Deixam um pouco de si. Levam um pouco de nós.
Antoine de Saint Exupéry

Translate to Arabic Translate to Bulgarian Translate to Simplified Chinese Translate to Traditional Chinese Translate to Croatian Translate to Czech Translate to Danish TTranslate to Dutch Translate to English Translate to Finnish Translate to French Translate to German Translate to Greek Translate to Hindi Translate to Italian Translate to Japanese Translate to Korean Translate to Norwegian Translate to Polish Translate to Portuguese Translate to Romanian Translate to Russian Translate to Spanish Translate to Swedish
Download this Cross-Cultural Communication Tool from Get International Clients

Cristo é a operação combinada — o encontro do finito com o infinito, tempo e eternidade se encontrando e se fundindo. Osho

TENHA UM TEMPO FELIZ!

"Diante da vastidão do tempo e da imensidão do universo, é um imenso prazer para mim dividir um planeta e uma época com você." (Carl Sagan)

EU ME SINTO GRATA E HONRADA...

EU ME SINTO GRATA E HONRADA...
...POR TODOS OS QUE AMOROSAMENTE SEGUEM ESTE BLOG!
"O ser integral conhece sem ir,
vê sem olhar e realiza sem fazer."

Lao Tzu

♥ BOM DIA ALEGRIA... BOM DIA SOL....a única sensação que tenho é que estou com os pés na areia...o resto de mim anda por aí em uma velocidade estonteante... e isso me dá ALEGRIA!!!

"Fala-se tanto da necessidade de deixar um planeta melhor para os nossos filhos, e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores para o nosso planeta." autor desconhecido

POIS É...

POIS É...

"...Só aqueles que compreenderam que devem procurar o infinito, o ilimitado, o que está além do tempo e do espaço, se sentem vivos, porque a vida verdadeira é a imensidão, a eternidade. Nunca vos refugieis naquilo que é acessível, limitado: abarcai o infinito e a vossa alegria também será infinita. Será a felicidade, a luz, a força, o dilatar de todo o vosso ser." Omraam Mikhaël Aïvanhov

Pesquisar este blog

terça-feira, 26 de outubro de 2010

JESUS buscava tanto quanto você

Jesus disse:
Eu Sou a Luz que está sobre todos,
Eu Sou o Todo,
e o Todo vem de Mim,
e o Todo retorna a Mim.
Corte um pedaço de madeira
e Eu estarei lá;
levante uma pedra
e Me encontrará lá.
Jesus foi treinado numa das mais antigas escolas secretas.
Essa escola era chamada de Essênia.
O ensinamento dos essênios é puro Vedanta.
É por isso que os cristãos não registram o que aconteceu a Jesus antes dos seus trinta anos.
Têm um pequeno registro da sua infância e dos trinta aos trinta e três anos, quando foi crucificado.
Conhecem poucas coisas, mas um fenômeno como Jesus não é um acidente; é uma longa preparação, não pode acontecer de um momento para o outro.
Jesus foi continuamente preparado durante esses trinta anos.
Primeiro, foi enviado ao Egito e, depois, veio para a Índia.
No Egito, aprendeu uma das mais antigas tradições dos métodos secretos. Depois, na Índia, ficou conhecendo os ensinamentos de Buda, os Vedas, os Upanishads e passou por uma longa preparação.
Esses anos não são conhecidos, porque Jesus trabalhou nessas escolas como um discípulo desconhecido. Os cristãos abandonaram propositadamente esses registros, porque gostariam que o filho de Deus não tivesse sido discípulo de qualquer outra pessoa. Não gostam da ideia de Jesus ter sido preparado, ensinado, treinado – parece humilhante.
Acham que o filho de Deus veio absolutamente pronto.
Se alguém já está totalmente pronto, não pode vir.
Neste mundo, sempre entramos imperfeitos. A perfeição simplesmente desaparece neste mundo. A perfeição não é daqui, não pode ser – é contra a própria lei. Quando alguém se torna perfeito, toda sua vida entra numa dimensão vertical.
Isto deve ser compreendido:
você progride num plano horizontal: de A para B, de B para C, de C para D, e assim por diante até Z; progride numa linha horizontal, do passado para o presente e do presente para o futuro.
Esse é o caminho da alma imperfeita, exatamente como a água fluindo num rio, das montanhas para as planícies e das planícies para o mar - numa linha horizontal, sempre mantendo seu próprio plano.
A perfeição move-se em linhas verticais, não horizontais. De A, ela não vai para B; de A vai para A1, e desse ponto vai para mais alto ainda. Para aqueles que vivem na linha horizontal, a perfeição simplesmente desaparece. Ela não existe, porque eles só podem olhar para o passado ou para o futuro. Podem olhar para trás, mas o homem perfeito não está lá; podem olhar para a frente, mas ele não está lá; podem olhar aqui, mas ele não está - porque uma nova linha de progressão começou.O homem perfeito sobe cada vez mais alto, cada vez mais para cima.
Move-se na eternidade e não no tempo.
A eternidade é vertical; eis porque é um eterno agora - não existe nenhum futuro para ela.
Se você se move numa linha, o futuro existe; se você se move de A para B, o B está no futuro;
e quando o B se tornar presente, o A já estará no passado e o C no futuro.Você está sempre entre o passado e o futuro; seu momento presente é só uma fase passageira: o B está se transformando em C, o C em D, o D em E; tudo está se movendo para o passado. Seu presente é apenas uma linha cortada, um pequeno fragmento.
No momento em que você se conscientiza dele, ele já se moveu para o passado.
Uma alma perfeita move-se numa dimensão completamente diferente: de A para A1, para A2, para A3 - e isso é eternidade; é viver num eterno agora. Eis porque desaparece deste mundo.
Para entrar neste mundo, você tem de ser imperfeito.
Diz-se nas velhas escrituras que sempre que um homem se aproxima da perfeição - muitas vezes isso acontece - deixa alguma coisa imperfeita para poder voltar.
Conta-se que Ramakrishna era viciado em comida, era obcecado. Pensava o dia inteiro em comida. Conversava com seus discípulos e, sempre que tinha uma chance, corria até a cozinha para perguntar à sua mulher: "O que está preparando? Que novidade está fazendo para hoje?" Muitas vezes até sua mulher se sentia embaraçada e dizia:
"Paramahansa Deva, isto não fica bem para você."
E ele ria.
Um dia, sua esposa insistiu, dizendo: "Até seus discípulos se riem disso e falam: 'Que espécie de homem liberto é Paramahansa?'".
Ele era tão obcecado por comida que sempre que Sharada, sua mulher, lhe trazia a refeição, imediatamente dava uma olhada na thali para ver o que ela estava trazendo. Esquecia tudo sobre Vedanta, sobre Brahma, e às vezes era muito embaraçoso, porque havia pessoas presentes e elas achavam um absurdo um homem liberto ser preso à comida.
Um dia, sua esposa insistiu:"Por que você faz isso? Deve haver alguma razão."
Ramakrishna disse: "No dia em que eu não o fizer, você poderá contar mais três dias para eu estar vivo aqui. Quando eu parar, este será o sinal de que só estarei aqui por mais três dias."
Sua esposa riu, seus discípulos também riram e disseram: "Isso não explica nada!"
Eles não conseguiram acompanhar o significado do que foi dito.
Mas aconteceu exatamente assim.
Um dia, sua esposa chegou com a comida e ele estava repousando em sua cama. Ele virou-se de lado - geralmente pulava da cama para olhar. Sua esposa lembrou-se do que ele havia dito: que viveria apenas mais três dias quando se mostrasse indiferente à comida. Ela não conseguiu segurar a thali; a thali caiu e ela começou a chorar.
Ramakrishna disse:
"Mas todos vocês queriam que isso acontecesse. Agora, não se preocupem. Estarei aqui por mais três dias."
No terceiro dia, ele morreu.
Antes de morrer, disse que estava preso à comida só para continuar ligado a alguma coisa imperfeita e poder estar com os discípulos, servindo-os.
Muitos Mestres fazem isso.
No momento em que sentem que estão se tornando completamente perfeitos, prendem-se a alguma imperfeição só para continuar aqui.
Caso contrário, esta margem não é mais para eles. Se todas as amarras são rompidas, seus botes rumam para a outra margem, não podem permanecer aqui.
Assim, eles mantêm alguma amarra, mantêm algum relacionamento, encontram alguma fraqueza em si mesmos e não permitem que ela desapareça. Desse modo, o círculo não é completado, uma lacuna permanece. Através dessa lacuna, eles continuam aqui.
É por isso que os hindus, os budistas e os jainistas, por terem conhecido muitos mestres, sabem que a perfeição não é deste mundo. No momento em que o círculo se completa, desaparece dos seus olhos. Você não pode ver, não está na sua linha de visão, está além - lá você não consegue penetrar.
Mas para dizer que Jesus já era perfeito quando nasceu, para enfatizar este fato, os cristãos tiveram de deixar de lado todos os registros. Jesus buscava tanto quanto você, era uma semente de mostarda como você. Tornou-se uma árvore, uma grande árvore, e milhares de pássaros do Céu se abrigam nele - mas também foi uma semente de mostarda.
Lembre-se que Mahavira, Buda e Krishna também nasceram imperfeitos, porque o nascimento pertence à imperfeição.
Não há nascimento para o que é perfeito; quando alguém é perfeito, não existe transmigração.
Osho, em "A Semente de Mostarda"

PENSE NISSO.....


DESLIGUE O SOM DO BLOG PARA ASSISTIR AO VÍDEO

ASTRID ANNABELLE / MA JIVAN PRABHUTA
* Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citada a autoria.CAMPANHA DE DIREITOS AUTORAIS - APOIE E DIVULGUE ESSA IDÉIA
Bookmark e Compartilhe

18 comentários:

Fatima disse...

Astrid,
vc já assistiu o dvd da ópera "O Alabê de Jerusalém" de Altay Veloso?
Altay Veloso criou a ópera Alabê de Jerusalém baseado num fato histórico, mergulhou na humanidade de alguns personagens bíblicos e criou outros tantos contemporâneos de Jesus revelando o lado mais pessoal e íntimo de cada um.

Tenho certeza que vc vai gostar!
Bjs minha amiga querida.

Susana Vitorino disse...

Obrigada Astrid*

Que Paz no meu coração, ler este post com aquela música maravilhosa em fundo****

Muitas bençãos*

Astrid Annabelle disse...

Fátima querida! Boa tarde!
Não conheço não.
Vou procurar e assistir. Agora fiquei curiosa. Ainda por cima por indicação sua!!!
Um beijo bem gostoso e muito agradecido.
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Olá Susana! Boa tarde!
Neste momento em que lhe respondo o MixPod está em manutenção...portanto no music...sniff...sniff..
O texto de Osho é ótimo, não é?
Para reflexão mesmo.
Um doce beijo querida, agradecido.
Astrid Annabelle

lolipop disse...

Olá Astrid!
Fiquei presa na história de Jesus e de Ramakrishna e nessas palavras de Osho acerca do alcance da perfeição. Gostei muito deste seu post. Acho importante falar-se assim dos homens santos. E olha, há uma história de Jesus que o associa ao Japão. É muito curiosa, já publiquei no Banzai e gostava que lesse...aqui fica o link:

http://lolipop-banzai.blogspot.com/2010/05/mais-uma-lenda-japonesa.html

TERNURAS

Astrid Annabelle disse...

Olá Margarida!
Eu gosto demais dos textos de Osho.
Está certo que sou suspeita, já que sou uma sannyasi!!rss
Visitei deu post e achei extremamente interessante. Deixei meu comentário por lá.
Gosto muito da sua presença por aqui e dos seus comentários!
Beijo grande querida!
Astrid Annabelle

maria chainho disse...

ola boa noite astrid!!!adorei o texto,e achei muito interessante.realmente e verdade ...tenha uma boa noite.beijinhos

Astrid Annabelle disse...

Olá Maria querida! Boa noite!
Este é para refletir...
Um beijo doce para bons sonhos.
Astrid Annabelle

Luma Rosa disse...

Astrid, li em algum lugar que Jesus tinha ido para o oriente estudar a Cabala, mas nada tão especificado como este texto bastante reflexivo!! Certamente, nascemos para aprender, só e simplesmente!! Boa semana! Beijus,

Astrid Annabelle disse...

Luma querida!
A história de Jesus foi bem diferente do que sempre nos contaram. Depois da descoberta dos pergaminhos no Mar Morto muita coisa veio à tona...mas tem muito mais.
Entre no link deixado pela Lolipop aí acima e conheça mais um dos lados ocultos dessa história incrível.
Gostei de te ver por aqui...
Beijo grande
Astrid Annabelle

Nilce disse...

Astrid
Preciso te agradecer muito por este post maravilhoso. Uma excelente reflexão para nós pobres mortais. Amei.

Então teu filho mora em Blumenau é? Sempre vou para lá. Daqui onde moro são 100 km só dentro da serra do mar. A paisagem é espetacular, apesar da estrada ser perigosa.
De quinta em diante vou postar umas fotos da cidade e do desfile da festa.
Obrigada pelo carinho.

Bjs no coração!

Nilce

Astrid Annabelle disse...

Nilce querida!
Fico feliz que gostou do texto. Ele nos leva a repensar as nossas crenças...
Sim, meu filho mais velho mora em Blumenau.
Irei ver as fotos...vou adorar conhecer mais um pouco dessa cidade...
Me aguarde!
Um beijo grande amiga.
Astrid Annabelle

Maria Paula Ribeiro disse...

Olá Minha linda Astrid,

Jesus, a vida de Jesus fazem-me sempre chorar...

E este também...
Imperfeição minha... ;)

Beijo bem grande e um abraço de luz.

Maria Paula

Astrid Annabelle disse...

Maria Paula querida!
Quando a alma entra em contato com cenas vividas se emociona sempre!!!!
Um beijo de luz na tua alma!
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Astrid

Muito importante que foi para mim ler este texto. Para sermos mia shumildes na nossa imperfeição.

Grato.

Beijos

Siala disse...

Astrid, Jesus sempre foi um mestre para mim, contudo desde criança que sempre questionei a "historia" que nos era contada...para mim nunca fez sentido, não a "sentia" :) Mais tarde e após muita leitura e pesquisa percebi o porquê da historia me ser tão "desconfortável" :) Osho é-me muito querido, e até hoje tem-se revelado muito assertivo com todas as questões que lhe coloco, mesmo quando eu não entendo logo as suas respostas lol
Durante muitos anos fui quase que obcecada pelo conceito de perfeição, de tal forma que me auto-sabotava constantemente!
Ainda estou a aprender a contrariar isso em mim, até porque leva á estagnação pelo medo de errar! Costumo dizer que se fossemos perfeitos, não estaríamos aqui :)
Namasté!

Astrid Annabelle disse...

Bom dia António querido!
Você disse tudo...
Essa nossa necessidade de sermos perfeitos, essa exigência louca à qual nos submetemos, nos impede à liberdade de ser livres, verdadeiros.
Uma grande tolice que somente compreendemos ao atingirmos a maturidade.
Um beijo grande para um excelente dia!
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Siala querida!
Penso e sinto como você.
E Osho foi o grande Mestre que me iniciou para esta nova consciência.
Somente nesse estado podemos comprender a verdadeira história de Jesus Cristo.
Antes não.
Um beijo grande no seu coração.
Astrid Annabelle

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

FLORES SÃO SEMPRE UMA ALEGRIA...

FLORES SÃO SEMPRE UMA ALEGRIA...
imagem google imagens