Navegam ao meu lado...

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós.
Deixam um pouco de si. Levam um pouco de nós.
Antoine de Saint Exupéry

Translate to Arabic Translate to Bulgarian Translate to Simplified Chinese Translate to Traditional Chinese Translate to Croatian Translate to Czech Translate to Danish TTranslate to Dutch Translate to English Translate to Finnish Translate to French Translate to German Translate to Greek Translate to Hindi Translate to Italian Translate to Japanese Translate to Korean Translate to Norwegian Translate to Polish Translate to Portuguese Translate to Romanian Translate to Russian Translate to Spanish Translate to Swedish
Download this Cross-Cultural Communication Tool from Get International Clients

Cristo é a operação combinada — o encontro do finito com o infinito, tempo e eternidade se encontrando e se fundindo. Osho

TENHA UM TEMPO FELIZ!

"Diante da vastidão do tempo e da imensidão do universo, é um imenso prazer para mim dividir um planeta e uma época com você." (Carl Sagan)

EU ME SINTO GRATA E HONRADA...

EU ME SINTO GRATA E HONRADA...
...POR TODOS OS QUE AMOROSAMENTE SEGUEM ESTE BLOG!
"O ser integral conhece sem ir,
vê sem olhar e realiza sem fazer."

Lao Tzu

♥ BOM DIA ALEGRIA... BOM DIA SOL....a única sensação que tenho é que estou com os pés na areia...o resto de mim anda por aí em uma velocidade estonteante... e isso me dá ALEGRIA!!!

"Fala-se tanto da necessidade de deixar um planeta melhor para os nossos filhos, e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores para o nosso planeta." autor desconhecido

POIS É...

POIS É...

"...Só aqueles que compreenderam que devem procurar o infinito, o ilimitado, o que está além do tempo e do espaço, se sentem vivos, porque a vida verdadeira é a imensidão, a eternidade. Nunca vos refugieis naquilo que é acessível, limitado: abarcai o infinito e a vossa alegria também será infinita. Será a felicidade, a luz, a força, o dilatar de todo o vosso ser." Omraam Mikhaël Aïvanhov

Pesquisar este blog

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Um conto da minha lenda


Mergulhei com os meus sentidos nos Jardins de Giverny e imediatamente me recordei como fui iniciada na compreensão dos ciclos e no amor pela natureza.

Eu era muito pequena ainda quando aprendi com a minha avó materna que a vida acontecia dentro da terra...embaixo das pedras...no avesso das montanhas...atrás das nuvens, antes de se tornar uma linda realidade visível.
Deu-me de presente um livro, escrito em alemão, chamado...”...e quando Setembro chegar”.
Nas páginas desse livro (
encantado como minha avó!) eu vi com os olhinhos fascinados a maravilha que acontece na natureza no preparo da grande festa chamada Primavera.


Enquanto ela lia a história, para o deleite da minha imaginação, eu “enxergava” ao redor das raízes, embaixo da terra, milhares de brotinhos verdes brilhantes costurando suas roupas, cada um de uma cor, cada um... uma flor...
ah! que visão fantástica...
nem cabia direito no peito a alegria e o sentimento.
Rosas, violetas, margaridas ...bem-me-quer, azaléias e esporinhas...
Cortavam, costuravam e bordavam com fios dourados de Sol e, quando ficavam prontas, ficavam ali sentadinhas, esperando a senha.

- “Senha vovó???”
Sim, respondia com um sorriso.
- “Mas o que é senha?”

Então me explicou que era preciso falar uma palavrinha mágica para que, com este som, a porta da terra se abrisse e uma multidão de florzinhas começassem a sair em fila para colorir a natureza saudosa de cor e de flor.

Eu batia palmas.
Achava minha avó genial, de uma sabedoria incomum...ela sabia tudo mesmo!!!
- “Senha...então vovó...que senha é essa?”
Setembro! Setembro é a palavra, respondeu.
Disse mais:
- “Não se esqueça nunca,
no dia em que você acordar e for o primeiro dia de setembro,
olhe para fora, olhe o jardim, olhe para o céu, olhe para o mar
”...
Recolho meus sentidos e saio do quadro agora....
Volto beijando as flores...
Volto saudando as cores...
Seguindo os perfumes e aromas...
Participando do canto que encanta o sagrado e que,
Alegremente reverencia o Sol...

Você já ouviu o som de um jardim?


********


Este post faz parte da blogagem coletiva

Minha Ideia é Meu Pincel
criada por Glorinha, do blog Café com Bolo.


Tema de hoje:Monet - Irises in Monet's Garden


ASTRID ANNABELLE / MA JIVAN PRABHUTA
* Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citada a
autoria.CAMPANHA DE DIREITOS AUTORAIS - APOIE E DIVULGUE ESSA IDÉIA
Bookmark e Compartilhe

48 comentários:

orvalho do ceu disse...

Olá, Astrid minha querida e doce amiga
Vc fez um post tão rico... criou vida num estilo próprio e interessante aos meus olhos... Que lindo!!!
"Seguindo os perfumes e aromas...
Participando do canto que encanta o sagrado"...
Fala do sagrado com doçura... simplicidade e respeito... Lindo demais!!!
Seja feliz e abençoada!!!
Abraços fraternais com votos de muita serenidade.

Beth/Lilás disse...

Boa noite, querida Astrid!
Veja só, fomos as duas, arrebatadas para dentro desta linda tela e soltamos nossos sentidos!
Fiz o mesmo e contei diferente.
Seu texto está simplesmente divino e de grande sensibilidade à terra e tudo o que nela nasce. amei!
bjs cariocas

Astrid Annabelle disse...

Orvalho do Céu!
Que comentário mais bonito!!!
Gostei que gostou...essas blogagens da Glorinha nos inspiram demais...
Você viu o Slideshow...só obras de Monet...sem música e nem palavras...lindo!
Vale a pena ver.
Um beijo grande e agradecido.
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Beth querida!
Mergulhamos de cabeça as duas...yes!!!
A Glorinha nos provoca não é?
A veia astística fica em alta!!!
Um beijo gostoso de Ubachuva.
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Astrid

Mergulhei nesta sua experiência do passado com a sua avó. O bom das blogagens da Glorinha é que nos permitem estes voos rasantes com a vida.

Beijos.

António

maria chainho disse...

ola bom dia astrid!!! que linda forma de acordar que voce me proporcionou hoje ,com este texto lindo.!!!adorei ,fez me lembrar a minha infãncia onde tambem era tudo muito simples...e tambem existia uma avo sábia.....tenha um bom dia.beijinhos

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Que lindo esse post! Lembranças de infância, eu viajei na aura do livro e com o mundo mágico de sua avó. Um livro encantado, encantador, dado por uma pessoa que vc amou muito né Astrid.
ouvir o som de um jardim... isso é lindo, perceber o jardim através de um sentido que não é comum, como se dentro dele houvesse essa orquestra que prepara o evento da primavera.

adorei! linda participação

Chica disse...

Que maravilha,Astrid! Nem podia esperar diferente aqui!Adorei!beijos,tudo de bom,chica

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

ESSA BLOGAGEM DA GLORINHA E SEUS AMIGOS NOS TRAZEM SOMENTE COISAS BOAS DE SE LER COMO ESSE POST QUE VC FEZ ASTRID!
BEIJO
BOM DIA!

Siala disse...

Astrid...que viagem maravilhosa! Sua avó era um ser encantado!! Sentir a Natureza assim...estar nela com ela, ao seu ritmo...LINDO!
Namasté

Astrid Annabelle disse...

Olá António querido!
Foi um grande mergulho de fato!
Beijo gostoso para um lindo dia!
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Maria querida!
As avós, no geral, são encantadas!!!
A minha sempre foi muito especial. Tudo o que aprendi de mais rico nesta vida foi com a minha avó!
Um beijo grande para um lindo dia!
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Olá Alê!
E tudo isso aconteceu mesmo.
O livro eu carreguei comigo até o meu primeiro neto nascer. E passei para ele toda essa magia que é a vida!
Eu ouço o som das plantas e amo jardins.
Hoje moro em apartamento e os "meus" jardins estão espalhados pelo mundo!!!rsss
Um beijo grande e até amanhã!
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Chica querida!!!
Nós e as artes não é?
O seu também ficou lindo viu!!!
Um beijo gostoso.
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Eliana, bom dia!
Se você gostou eu fico feliz...afinal quem entende de coisas gostosas é você!!!!Não é???
Um beijo grande querida!
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Siala querida!
E assim foi...aprendi a sentir mais do que pensar.
Minha avó era encantada mesmo...uma pessoinha incrível!!!
Um beijo gostoso amiga.
Astrid Annabelle

Isadora disse...

Astrid, minh amiga, quanta sensilidade e delicadeza. Viajei por entre suas linhas, tentando visualizar, o movimento feito por debaixo da terra e saio do jardim com você e enfeitiçada.
Um beijo

Astrid Annabelle disse...

Que maravilha Isa!
Essas blogagens da Glorinha nos fazem sonhar...
Gostei que gostou....rsss
Beijogrande
Astrid Annabelle

pensandoemfamilia disse...

Oi querida
Também fiz um mergulho aos meus sentidos. QueQsensibilidade esta avó lhe proporcionou.
bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Astrid, minha amiga! Conseguiu me levar às lágrimas, pois acabei de escrever um livro sobre minha avó... vc me levou junto para esse mundo encantado do cio da terra quando setembro vem, o meu mês, o mês de meu nascimento e do renascimento da natureza, aqui, no hemisfério sul, em toda a sua beleza e plenitude.
Quanta sensibilidade minha amiga, quanta ternura e encanto me passou ao falar de sua avó e do quanto ela foi importante para seu olhar para a natureza. Lindo, lindo e emocionante...Me disse muito, me falou direto ao coração e ao momento que vivo agora. Obrigada minha amiga, por ter me deixado conhecer e ver com os olhos da alma, esse momento da sua infância. beijo grande.

Socorro Melo disse...

Astrid,

Que posso dizer da sua tela, que a sua idéia, tão encantadoramente pincelou? M A R A V I L H O S A!

Nossa, eu viajei. Quanta doçura, sonho, imaginação, cor, e acima de tudo VIDA.

Parabéns! As imagens estão lindas.

Um grande abraço
Socorro Melo

Marion Lemos disse...

Parabéns pelo lindo texto, uma belíssima obra de arte, com as cores e beleza da natureza, o perfume da alma, e o encantamento da vida.
Grata por compartilhar essa maravilha, um verdadeiro banho perfumado de flores e luz!
Amei!
Linda, linda, sua alma é linda demais minha amiga querida!

Beijo tua alma.

Marion

Lu Souza Brito disse...

Olá Astrid, além do sensível conto - que pelo que me parece é história real da sua vida, podemos dizer que a sua avó realmente foi uma jóia rara despertando seus sentidos desde tão novinha para a beleza e milagre da natureza.

Ficou lindo!
Beijooooos
Lu

Susana Vitorino disse...

Astrid, posso adoptar você?!

Que vontade te te abraçar*

Com carinho

Susana Vitorino

Manuela Freitas disse...

Olá querida Astrid,
Tu és fantástica com os teus textos, passa pelos mesmos uma ternura, uma suavidade, uma beleza muito tuas!
Que magnífica devia ser a tua avó e que sortuda ao ver que a formação de vida que dava à neta ganhou raízes, fazendo de ti também uma pessoa tão especial!!!
Fiquei encantada! Parabéns!
Beijinhos,
Manú

Astrid Annabelle disse...

Norma querida!
Quando eu penso nas coisa que minha avó me ensinou agradeço à Deus. Era uma pessoa rara, muito especial!
Um beijo grandão
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Glorinha, minha querida!
Eu tinha absoluta certeza que iria se emocionar...ou eu não te conheço????
A vida é assim...uma viagem fantástica para os que fazem uso dos seus sentidos.
É um campo mágico de todas as possibilidades!

Estou adorando participar de mais este momento incrível que são as blogagens criadas por você.
Meu coração agradece.
E eu beijo tua alma.
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Olá Socorro!
E meu coração agradece...é bom demais saber que a mensagem fez eco na sua alma.
Um doce beijo
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Marion querida!
Fiquei tão feliz de ver você por aqui...e por ter gostado mais ainda.
Esta história é real...foi assim mesmo como contei.
Minha avó foi muito especial.
Um beijo na tua alma igualmente.
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Foi tudo isso que disse Lu!
Ela é responsável pela pessoa que sou hoje!
E eu estou tentando ser assim para o meus netos, principalmente o caçulinha que praticamente mora comigo.
Um beijo grande muito feliz em ter você de volta por aqui.
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Susaninha querida!
Pode me abraçar!!!
Você me fez lembrar um tempo onde escrevia meus contos em um outro blog.
Um belo dia uma leitora me pediu a mesma coisa...se poderia me adotar...queria que eu fôsse a sua avó!!!!rsss
O codinome dela era Kleine Hexe...nem sei por onde andará.
São cenas da minha lenda...
Um beijo muito gostoso.
Astrid Annabelle
P.S.
Ainda não tive tempo para responder ao seu email...mas não está esquecido,viu?

Astrid Annabelle disse...

Manú querida!
Agradeço o seu comentário tão carinhoso.
Minha avó foi e sempre será muito especial!
Um beijo muito feliz.
Astrid Annabelle

Luma Rosa disse...

Eu quero essa vózinha pra mim!! Muito fofa, já fiquei fã!

Já ouvi o som de um jardim e por isso tento reproduzir algumas coisas em minha casa. Como moro em apartamento, faço do terraço um espaço em que espalho vasos com flores e folhagens, deixo frutas para os pássaros e eles aparecem, bebem água e tomam banho na minha piscina e de quebra sou agraciada com o cantar destes pequenos seres. Mas olhando o quadro de Monet e seu jardim, escuto o que escrevi no post - um farfalhar muito sutil das folhas. Muita paz, não é? Beijus,

Macá disse...

Astrid
Emocionante o seu relato. Ouvir o som do jardim com a primavera chegando.... Muito lindo.
Eu só me lembro de uma avó, mas ela era tão ausente com as crianças .....
Só tenho lido coisas maravilhosas.
beijos

Lúcia Soares disse...

Astrid, um encantamento sem fim ler sua recordação da avó, tão sábia.
Ando querendo ficar assim, para sempre nas cabecinhas dos meus netos.
Que importantes podemos ser para as pessoas, não? Inesquecíveis.
Monet nos inspirou lindos pensamentos.
Beijos!

Astrid Annabelle disse...

Luma querida!
Eu compartilho a vózinha!!!rss
Isso que postou no seu comentário é mais ou menos a minha realidade atual...deixei de ter jardim pois mudei para um apartamento...mas tenho minhas plantas para não perder o elo.
As plantas realmente emitem um som...conversam, se alegram ou ficam tristes...participam da vida dos humanos. Basta ter olhos "de ver" e ouvidos "de ouvir"!
Beijo grande amiga!
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Olá Macá!
Realmente a blogagem é uma arca de tesouros...descobrimos tantas jóias preciosas!!!
Eu só tive a minha avó materna presente em minha vida. Foi ela que me criou já que a minha mãe trabalhava fazendo as vezes de Mãe/Pai.
Coisas da vida.
Um beijo gostoso querida.
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Lúcia amiga!
Avó é tudo de bom.
Eu me esforço para ser uma avó bacana para os meus netos.
Afinal tive um belo exemplo.rss
Um beijo gostoso por seu comentário
Astrid Annabelle

lolipop disse...

Querida Astrid!
Sua avó era sábia mesmo! E esse livrinho...consegue perceber-se a magia que deve ter significado para vc.
Estava aqui a pensar que de certa forma o que se passa na Natureza faz parte daquela escuridão que cobre a escuridão de que falam os Vedas.
A escuridão é o mistério de Deus, dos Deuses, coberta por outra...e outra. o que está por trás nunca é exprimível, mas há aproximações metafóricas...como a do livrinho...a sua.
Amei a sua leitura da tela e o som dum jardim!
TERNURAS

Lianara **Lia** disse...

Que lindo, Astrid!

Imagens de infância, recordações de momentos especiais e pessoas queridas são coisas muito preciosas.

Parabéns!

Beijos
Lia
Blog Reticências...

William Garibaldi disse...

Astrid! Que maravilha! Poesia Viva este seu texto, e esta sua verdade... pra quem tem olhos de ver a Vida! Sua vó era Vida! Por isto está viva com você... amo minha avó... a ela defendo e por ela corro... e luto em mundos invisíveis pra quem não tem olhos como você tem Astrid!... por ela luto guerras... só para poder vê-la sorrir... Juro...! Minha vó é minha vida! Também por isto esta postagem me comoveu profundamente!... minha vó me ensinou a ver o Oráculo das Nuvens.. entre carneirinhos... e navios... cavalos alados... elefantes... jamais me esqueci... e ainda tenho o privilégio de tê-la nesta terra... conversando com os Mestres por mim... confirmando a minha fé, quando vê meu amigo Caboclo!... Toda luz do Universo a você! Gratidão por esta linda postagem!... Olha... sem palavras!

Marli Borges disse...

Ô Astrid
Viajei... viajei muito longe, pelos distantes caminhos de minha infância. Obrigada por isso.
Seu texto, perfeito, irretocável!! Parabéns!!
Bjsssssss

Astrid Annabelle disse...

Lolipop,
você acessou a leitura metafísica.
Se aplicarmos o que está escrito no texto teremos um exercício muito bom para meditação.
No nosso lado oculto e invisível muitas coisas acontece!!!
Um beijo muito grande querida!
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

São sim Lia!
São os nossos tesouros...
Beijo grande e agradecido por ter você por aqui hoje.
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

William, olá!
Que comentário mais bonito!
Fiquei muito feliz e seja bem vindo.
Adorei saber que também tem uma avó encantada!!! Isso é uma riqueza!
Volte sempre.
Um beijo agradecido
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Marli você é uma querida!
Fiquei feliz em saber que viajou...nosso arquivo de memórias é muito rico. Imagino quantas coisas boas de lembrar você deve ter.
Um beijo gostosu e muito agradecido.
Astrid Annabelle

marcelo dalla disse...

Uma história mágica de vó!!!! Coisas assim a gente não esquece nunca!!!
Querida, que coisa mais linda e sensível... fiquei encantado.
E como disse a Glorinha, obrigado por abrir seu coração pra nós.

Essa blogagem coletiva promete... vou ficar espiando, quem sabe me animo?
bjos do amigo

Astrid Annabelle disse...

Marcelo querido!
Eu gostaria que participasse. Afinal fala de arte. Da sua praia.
Gostei que gostou e a minha avó era realmente uma vó de ouro!
Fiquei feliz que veio por aqui.
Um beijo grande.
Astrid Annabelle

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

FLORES SÃO SEMPRE UMA ALEGRIA...

FLORES SÃO SEMPRE UMA ALEGRIA...
imagem google imagens