Navegam ao meu lado...

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós.
Deixam um pouco de si. Levam um pouco de nós.
Antoine de Saint Exupéry

Translate to Arabic Translate to Bulgarian Translate to Simplified Chinese Translate to Traditional Chinese Translate to Croatian Translate to Czech Translate to Danish TTranslate to Dutch Translate to English Translate to Finnish Translate to French Translate to German Translate to Greek Translate to Hindi Translate to Italian Translate to Japanese Translate to Korean Translate to Norwegian Translate to Polish Translate to Portuguese Translate to Romanian Translate to Russian Translate to Spanish Translate to Swedish
Download this Cross-Cultural Communication Tool from Get International Clients

Cristo é a operação combinada — o encontro do finito com o infinito, tempo e eternidade se encontrando e se fundindo. Osho

TENHA UM TEMPO FELIZ!

"Diante da vastidão do tempo e da imensidão do universo, é um imenso prazer para mim dividir um planeta e uma época com você." (Carl Sagan)

EU ME SINTO GRATA E HONRADA...

EU ME SINTO GRATA E HONRADA...
...POR TODOS OS QUE AMOROSAMENTE SEGUEM ESTE BLOG!
"O ser integral conhece sem ir,
vê sem olhar e realiza sem fazer."

Lao Tzu

♥ BOM DIA ALEGRIA... BOM DIA SOL....a única sensação que tenho é que estou com os pés na areia...o resto de mim anda por aí em uma velocidade estonteante... e isso me dá ALEGRIA!!!

"Fala-se tanto da necessidade de deixar um planeta melhor para os nossos filhos, e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores para o nosso planeta." autor desconhecido

POIS É...

POIS É...

"...Só aqueles que compreenderam que devem procurar o infinito, o ilimitado, o que está além do tempo e do espaço, se sentem vivos, porque a vida verdadeira é a imensidão, a eternidade. Nunca vos refugieis naquilo que é acessível, limitado: abarcai o infinito e a vossa alegria também será infinita. Será a felicidade, a luz, a força, o dilatar de todo o vosso ser." Omraam Mikhaël Aïvanhov

Pesquisar este blog

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Iniciação faz parte da vida

  

"O Hierofante da Ordo Svmmvm Bonvm, o Mestre Apis, revela que 
*
"A Vida é Eterna e as criaturas são transitórias".
*
Nesta simples frase está dito tudo sobre essa questão: 
pura e simplesmente não há mais nada a dizer, nada a acrescentar; 
entretanto, apenas um Iniciado irá entender o pleno sentido dessa revelação. 
E uma vez que o tenha realmente compreendido, estará apto a prestar Serviço.

É para coisas assim que a Iniciação serve. 
A Iniciação faz parte da Vida."
*

A nossa consciência está se expandindo...
a humanidade está adentrando novas dimensões, novas percepções. 
Já não aceita o velho, quer o novo... 
mas não larga o velho. Então...
*
Nem tudo o que parece ser realidade é.
*
"Sempre existem três verdades:
a minha, a sua e a verdade". 
{li esta frase acima em um blog hoje, mas o link já não está disponível}
 *

"Iniciações estão contidas nos acontecimentos do dia-a-dia, 
mas é preciso saber aproveitá-las, 
reconhecendo-as, caso contrário terão sido apenas acontecimentos, 
nada mais."

 Estamos vivendo um Iniciação coletiva.
*
"Se a minha linguagem é um tanto sibilina, perdoem-me, mas o meu papel é o de "iniciar" os meus discípulos, e Iniciação é assim que se processa: cada um deve, através de pesquisa e meditação, chegar à verdade." 

*
Então vamos começar compreendendo o que significa uma INICIAÇÃO.

 Segue um texto de SHIHAN SHANKARA

Texto longo e excelente....
 para exercitar paciência ou a ciência da paz.

"Muitas pessoas interessadas em esoterismo falam em Iniciação mas muito poucas sabem o que é isto. Há quem pense que a Iniciação seja um ato pelo qual um Mestre Cósmico ou uma Egrégora confira poderes especiais ao iniciando, que a partir dali torna-se uma pessoa capaz de operar atos de magia. Há quem julgue que a Iniciação seja meramente uma cerimônia teatral transposta para algum método esotérico de evolução pessoal e que, mediante esse rito, o crescimento espiritual se processe automaticamente para quem a ele se submeteu.

Na verdade a Iniciação pode se embasar em um daqueles dois conceitos - ou nos dois ao mesmo tempo -, como pode se processar sem eles. Iniciação é uma abertura de porta pela qual a mente humana se torna capaz de perceber o que antes lhe estava velado. Por exemplo: normalmente a criatura humana não tem condições de lançar uma visão macro sobre o Universo; com a Iniciação isso pode se tornar possível. O Iniciado pode, inclusive, ter acesso a outras Dimensões, como a Quarta Dimensão. A Iniciação é uma ferramenta para a integração cósmica dos seres.

Na Terra a Iniciação remonta aos primórdios da Humanidade, passando pelo primeiro fogo que o homem acendeu, tendo sido ritualizada nas Escolas de Mistério, desde a Atlântida, florescendo especialmente no Antigo Egito, onde a Iniciação pelo Fogo foi elevada ao seu mais alto grau de sofisticação, ainda hoje não superado, com todo o avanço que tenha ocorrido em todas as áreas da atuação humana. Muitas Iniciações têm se processado por contato extraterrestre, porque o fenômeno da expansão da consciência implica aquisição automática de condições para a interação interplanetária.

Iniciação é algo extraordinariamente amplo, que não se reduz ao sentido comumente emprestado pelos esoteristas a esta palavra. A Iniciação é antes de tudo extraordinariamente propiciatória de elevação, caso contrário não é de forma alguma Iniciação, mas simples pantomima física sem contrapartida metafísica. Na verdadeira Iniciação Ciência, Filosofia e Misticismo se integram, produzindo-se, então, o "milagre" da transmutação do prisma mental de cada indivíduo, ou seja, a ampliação da sua capacidade de percepção.

Claro que o "milagre" só se processa pela intervenção da mão de um Adepto nesse conjunto de forças. Desta forma, a Iniciação não é apenas psíquica, como muitos supõem: ela é Cósmica, no sentido lato do termo, e se adapta a cada caso, adequando-se ao nível de compreensão do iniciando. A Iniciação, nesse particular, pode prescindir do drama ritualístico e se resumir a umas poucas palavras apenas, não havendo sequer a necessidade de gestos. O Adepto que a propicia é um representante do Cristo Cósmico Impessoal. Na verdade, um agente do Logos Solar.

Vejam bem: a Ciência checa e disseca os fatos (eventos) do mundo fenomênico, procurando criar em cima dessa autópsia; a Filosofia tenta ordenar esses mesmos fatos, dando-lhes sentido, ao passo que o Misticismo os "sente". A Iniciação autêntica pega esse triângulo e o torna compreensível para o iniciando, transformando-o em um círculo do qual o Iniciado é agora o centro. A partir desse momento cósmico esse círculo terá a tendência de entrar em expansão permanente. Muitos de vocês que estejam lendo estas linhas compreenderão perfeitamente o sentido dessa imagem metafórica.

A Iniciação confere sempre, pois, a expansão da consciência a algum grau, dependendo do preparo do Iniciando. Com essa expansão fica ao alcance do Iniciado o entendimento claro sobre questões que antes poderiam lhe parecer simplesmente insondáveis, como a razão da finitude dos seres, o sentido da Vida e a natureza da Criação. Esse aclaramento da visão mental é dado a uma pessoa para que ela o use em benefício do conjunto de seres a que pertence - no caso do homem a Humanidade - e, em um nível mais avançado, para o bem de todas as criaturas, tanto no planeta de origem do Iniciado como em outros. A Iniciação pode, inclusive, conferir condições de interação interplanetária.

Um dos grandes esclarecimentos que a Iniciação pode proporcionar é sobre as natureza do destrutível e do indestrutível, quer dizer, sobre a tão temida morte.
Não são poucos os místicos que se questionam sobre o que vem após a morte. Independentemente da Escola que tenham cursado eles talvez não tenham uma certeza inabalável sobre essa questão, porque não tiveram como checá-la de modo prático e não querem aderir a versões religiosas, por serem dogmáticas.

O Hierofante da Ordo Svmmvm Bonvm, o Mestre Apis, revela que "A Vida é Eterna e as criaturas são transitórias". Nesta simples frase está dito tudo sobre essa questão: pura e simplesmente não há mais nada a dizer, nada a acrescentar; entretanto, apenas um Iniciado irá entender o pleno sentido dessa revelação. E uma vez que o tenha realmente compreendido, estará apto a prestar Serviço.

É para coisas assim que a Iniciação serve. A Iniciação faz parte da Vida.

A Iniciação pode ser traumática, como a provocada por uma brusca mudança da vida de um indivíduo: uma perda súbita e chocante, como a morte de um parente a que seja muito ligado; a falência da empresa que dirige; a destituição do alto cargo que ocupa; a demissão do emprego no qual se julgava totalmente seguro; a amputação de um membro, a perda de um sentido fundamental, como a visão, por exemplo.

Nesses casos a Iniciação é brutal e o iniciado é jogado em uma nova realidade, totalmente diversa daquela na qual vinha vivendo, mas apenas e tão somente o místico perceberá que se trata de uma Iniciação: para todos os demais pacientes desses traumas o que ocorreu foi apenas um infortúnio, uma desgraça terrível. É por isso que a Vida, em si, é altamente iniciática, embora não o seja essencialmente.

Nas Escolas de Mistérios, Ordens e Fraternidades Esotéricas e Iniciáticas, evidentemente as Iniciações não são traumáticas como as da Vida, mas às vezes podem ser assustadoras; de qualquer forma não impõem perdas físicas e sociais e, assim, o estudante pode fazer tranquilamente as várias Iniciações que sua Organização lhe oferece. Geralmente essas Iniciações foram elaboradas por Adeptos (Adepto = Alto Iniciado), que passaram por Iniciações traumáticas (da Vida), compreendendo-as e transpondo-as de forma "suave" para um sistema de estudos, no qual o estudante passa a ver a Iniciação como um atrativo (pelo mistério que lhe parece que a envolve) e como um degrau a ser galgado, que irá lhe conferir status esotérico.

Como não são poucos os que fazem do esoterismo um hobby, é natural que se faça grande confusão em torno da palavra Iniciação. Muitos pensam que ela seja como uma promoção de soldado raso a oficial, ou de tenente a capitão, e todos querem chegar o mais rapidamente possível ao posto de marechal, para disso poderem se orgulhar. É nesse contexto que surgem os diplomas esotéricos, os títulos honoríficos etc etc, que podem valer alguma coisa quando além deles há conteúdo real equivalente ao status proclamado, mas que, geralmente, costumam não valer nada.

O verdadeiro Iniciado é, então, aquele ser cuja consciência se ampliou através da Iniciação, tendo sido unicamente ela e o entendimento subliminar de sua ação e seu significado mais amplo os vetores dessa abertura mental. Ou seja: se não fosse pela Iniciação o Iniciado não teria evoluído.

O Iniciado torna-se Adepto através do Serviço, que consiste em colocar em prática, de forma efetiva, tudo o que a Iniciação lhe proporcionou. A prestação do Serviço dá-se de várias formas e a mais comum delas é levar a Luz obtida aos que ainda não a têm. Isso pode ser feito através de instruções e esclarecimentos públicos e privados (sempre gratuitos), de atuação artística com engajamento na realidade criatural do planeta, de atuação social e política para a geração de maior qualidade de vida, de produção de vibrações harmônicas e curativas, para proporcionar paz e bem-estar.

De uma forma geral nenhum Iniciado - e muito menos um Adepto - usa os poderes (sim, os poderes) que lhe foram conferidos pela abertura mental proporcionada pela Iniciação para engrandecer-se egoisticamente, sem pensar nos demais seres. Tudo o que ele venha a fazer, seja de que forma for, terá sempre o mesmo objetivo: o próximo, o conjunto de seres, o Universo como um todo.

Na presente época, nesta etapa da evolução humana, os Adeptos e os Iniciados acham-se profunda e intensamente empenhados na consecução de novos tempos, que é extremamente iniciática e intuitiva. Tal avanço mental compreende a sofisticação da Iniciação a um ponto tal que se torne possível ao ser humano decidir coletivamente sobre as alterações no DNA, com todas as implicações científicas, metafísicas e artísticas que isso envolve. Artísticas, sim, porque a criatura poderá fazer de sua própria vida uma obra de arte que expresse a sublimação da ordem no belo capaz de se converter em instrumento iniciático.

O ser humano não evoluirá mais aleatoriamente, ao sabor de sedimentações e acumulações, num processo automático que se estenda por bilhões e bilhões de anos terrestres; a criatura humana criará para si um veículo físico (corpo) muito mais funcional, resistente e duradouro que o atual e o sofisticará a um grau tal que esse corpo ser á mais imaterial que material e servirá de "invólucro" para uma alma individual imortal. Uma obra de arte cósmica.

Esta é uma verdade, mas cabe aqui uma pergunta: Quantos seres humanos, dentre toda a população mundial, serão capazes de atingir tal estado evolutivo, mesmo que isso venha a se processar não caso-a-caso mas, sim, dentro de um contexto genético, antropológico, com o correspondente reflexo no inconsciente coletivo, afetando a estrutura tradicional dos arquétipos? Quantos? Porque em afetando-se os arquétipos estender-se-ia as possibilidades de avanço a um universo muito maior de seres capazes de tal evolução.

A preocupação é de que não se forme uma "elite" em detrimento de oportunidades não dadas. Todos haverão de ter a sua e essa "elite", inevitável, será produzida por seleção natural, como tudo na Natureza. Nesse contexto competição é algo simplesmente inadmissível: não se trata de forma alguma de uma corrida de espermatozoides rumo ao óvulo no qual apenas um poderá penetrar; trata-se de algo muito mais portentoso, trata-se da sublimação dos seres sob total controle desses mesmos seres!

Esta é a questão! A Iniciação, a essa altura, estará realmente muito sofisticada e eficaz. Mas quantos irão usá-la? Na ampliação desses horizontes os Adeptos e Iniciados trabalham, todos os dias, todas as noites, encarnados ou desencarnados, com inabalável afinco, pois esse Serviço faz parte da Grande Obra, da qual tantos falam mas da qual poucos realmente estão informados.

Uma coisa é fora de dúvida: todas as Iniciações autênticas são realmente eficazes e irreversíveis. Isto quer dizer que um Iniciado jamais voltará a ser o que era antes da Iniciação, porque terá realmente avançado no contexto de uma evolução que se processa continua e perenemente. Um avanço individual dentro do avanço geral, tal como uma unidade autônoma que se mantém vigente dentro do todo. É nisso que se baseia a Imortalidade para o ser humano: quando, através da Iniciação, ele toma as rédeas da evolução e assume o controle na nave espacial que é o seu próprio ser, tornando-se capaz de conduzi-la na eterna viagem da Vida, não como um brinquedo, mas como peça Cósmica fundamental. Quando isso acontece, o Iniciado tornou-se um Adepto e a Grande Obra passou a contar com mais um Mestre.

As Iniciações (tanto as da Vida como a dos dramas iniciáticos elaborados para sistemas de estudo) são mantidas secretas, não como forma de se constituir um clube reservado, mas, sim, para que sejam conferidas somente aos realmente preparados, que são os buscadores sinceros de qualquer grau, independente de sexo, raça, nível de instrução, condição social, religião ou credo político. A única coisa que conta é a sinceridade de propósitos destituída de egoísmo. A Iniciação pode ser procurada nas Ordens e Fraternidades Tradicionais e Autênticas, muitas das quais se apresentam na Internet.

Assim, na verdade, as portas da Iniciação estão abertas para todos, todos os dias, mas nem todos podem vê-las, e muitos não as veem como realmente são. Às vezes grandes Iniciações estão contidas nos acontecimentos do dia-a-dia, mas é preciso saber aproveitá-las, reconhecendo-as, caso contrário terão sido apenas acontecimentos, nada mais."

*
MEU RECADO FINAL

"PARA UM BOM ENTENDEDOR MEIA PALAVRA BASTA." 

SEJAMOS FELIZES
IRRADIEMOS AMOR


*ASTRID ANNABELLE / MA JIVAN PRABHUTA*


IMAGENS GOOGLE IMAGENS
* Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citada a autoria. CAMPANHA DE DIREITOS AUTORAIS - APOIE E DIVULGUE ESSA IDÉIA

2 comentários:

António Rosa disse...

Querida Astrid,

Não faço ideia porque motivo só hoje chego a este post. Também não é importante saber isso, não é?

1º) Gostei muito do texto. Completamente blavatzquiano.

2º) Este homem (a conversa só pode ser de homem) tem bem presente a questão da Ordens e dos Adeptos, mas fiquei pensativo, pois ele não referiu nem uma única vez o «Discípulo». Senti como que havendo uma divisória, muito inconsciente no texto: segundo ele, parecem existir os «Adeptos» e os Outros. Ele salta do «Iniciado» para o «Adepto» e a fila do meio, os «Discípulos» sumiram.

3º) O texto é muito bom mas algo limitado a novas ideias. Admirei a tentativa dele de dar um salto quântico na escrita, mas ou não pode ou não consegue, ou não quer. O máximo que ele chega é ao DNA. Fez o esforço de se referir à presente época: «Na presente época, nesta etapa da evolução humana, os Adeptos e os Iniciados acham-se profunda e intensamente empenhados na consecução de novos tempos, que é extremamente iniciática e intuitiva.»

Querida Astrid,

Parabéns por este post.

Agora vou espreitar a página desta pessoa no Facebook.

Beijinhos

António

Astrid Annabelle disse...

Bom dia meu querido António!
Só hoje chegou aqui por que tive que lhe avisar....por que isso? o feed do NetworkedBlogs está parado porque eu quis experimentar os comentários do Google+ e isso desativou o serviço acima... e eu não gostei da forma dos comentários do G+ e voltei à forma antiga. Perdi todos os comentários dos últimos posts. Pois é!

Mas este texto está muito bem elaborado, apesar das observações que fez.

Eu participo do grupo de Reiki que o autor de texto mantém no FB. É muito interessante. Confira.

Beijo grande e muito agradecido por sua presença constante.
Astrid Annabelle

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

FLORES SÃO SEMPRE UMA ALEGRIA...

FLORES SÃO SEMPRE UMA ALEGRIA...
imagem google imagens